É o Bolsonaro. Em entrevista a Folha, ele reitera: Ele defende uso de auxílio-moradia e fala sobre patrimônio. Deputado afirma que pretende vender imóvel em Brasília; sobre auxílio-moradia para pagar apartamento, disse que estava solteiro à época e usou dinheiro para ‘comer gente’

Em entrevista à Folha nesta quinta (11), o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) voltou a criticar o jornal e a defender o recebimento de auxílio-moradia da Câmara, mesmo tendo imóvel próprio em Brasília. Ele disse que pretende vendê-lo e pedir apartamento funcional. Questionado se usou o dinheiro do benefício para comprar seu apartamento, ele respondeu: “Como eu estava solteiro naquela época, esse dinheiro de auxílio moradia eu usava pra comer gente”. Bolsonaro disse ter cometido um deslize em 1999 quando afirmou, em entrevista, que sonegava impostos, recomendação que transmitia na época a toda a população. Ele nega ainda irregularidades na construção de seu patrimônio. A Folha publicou no domingo (7) que o presidenciável e seus três filhos parlamentares multiplicaram […]

A grande cidade de Araucária. Tarifa do transporte coletivo foi reduzida e município paga o dobro do piso para professor

A grande cidade de Araucária. Tarifa do transporte coletivo foi reduzida e município paga o dobro do piso para professor

A informação é da gazeteira Katia Brembatti, leia-se Gazetona. Um professor concursado em início de carreira recebe, em Araucária, mais do que o dobro do piso da categoria. O valor é o mais alto do Paraná. Para a jornada de 20 horas, o salário inicial é de R$ 2.415 e começa em R$ 4.830 para 40 horas na cidade. Para efeito de comparação, os valores iniciais pagos em Curitiba são de R$ 1.918 (para 20h) e R$ 3.836 (para 40h). Uma das explicações para o recorde paranaense está no orçamento de Araucária, que não segue o padrão do restante das prefeituras. Na casa de R$ 1 bilhão ao ano, no topo […]

Coincidência ou não, o movimento “Vem Pra Rua” marcou protestos contra Lula em 13 cidades, número do PT na urna eleitoral, no dia 23

A manifestação, um dia antes do julgamento no TRF-4, pedirá a confirmação da sentença condenatória no caso do triplex no Guarujá e a inelegibilidade do ex-presidente. No Facebook, só 1,8 mil pessoas confirmaram presença nas manifestações — número muito inferior a outras convocações do movimento. A informação é do gazeteiro Lauro Jardim.

Nota Paraná: E as empresas de transporte coletivo intermunicipal e interestadual que não fornecem a nota fiscal?

Nota Paraná: E as empresas de transporte coletivo intermunicipal e interestadual que não fornecem a nota fiscal?

Um colaborador de OgazeteirO informa que foi até o guichê para comprar uma passagem para o interior do estado. Custo da passagem: R$ 176,00 reais. Pagou em dinheiro e pediu a nota. Ele participa do programa “Nota Paraná”, do governo do estado. Então veio a resposta da empresa: “Não, POR ENQUANTO, estamos nos adequando ao sistema, etc.” Pergunta que não quer calar: O programa, de incentivo aos consumidores que exigem a nota fiscal, existe há mais de dois anos. E ainda há empresas que não se adequaram? Como pode isso? E por falar em Nota Paraná, a Gazetona, informa que o programa realizou na segunda-feira (08/01) mais um sorteio, o […]