Pinhais terá nova Delegacia Cidadã ainda este ano. O terreno foi doado pela Prefeitura ao Governo do Estado, responsável pela obra

Pinhais deverá contar, ainda este ano, como a nova Delegacia da Polícia Civil do município. O complexo está em construção em substituição ao antigo prédio cedido em 1982, o qual tem capacidade insuficiente para atender a atual demanda. O terreno de 2.000 metros quadrados foi doado pela Prefeitura em 2010 ao Governo do Estado, responsável pela obra.   A Delegacia Cidadã é um espaço voltado a um conceito inédito de segurança pública, com foco na agilidade dos atendimentos e na eficiência. Segundo o projeto, a nova Delegacia terá 1.200 metros quadrados, distribuídos em ambientes internos destinados ao Instituto de Identificação, salas especiais, celas modulares, Delegacia da Mulher e demais detalhes […]

Ferrou geral. Procuradoria quer que Eduardo Cunha fique só 386 anos preso. Já para Henrique Alves o pedido é de 78 anos de cadeião

Ferrou geral. Procuradoria quer que Eduardo Cunha fique só 386 anos preso. Já para Henrique Alves o pedido é de 78 anos de cadeião

O gazeteiro Fabio Serapião, em matéria publicada no Estadão, informa que em alegações finais no âmbito da ação penal derivada da operação Sépsis, que investiga desvios no fundo de investimentos do FI-FGTS, o Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça que os ex-presidentes da Câmara Eduardo Cunha (MDB) e Henrique Eduardo Alves (MDB) sejam condenados, respectivamente, a penas de 386 anos e de 78 anos de prisão. De acordo com a acusação, Cunha cometeu os crimes de corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e prevaricação. Henrique Alves, por sua vez, responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. >>>>>>>>>>>>> AOS 16/01/18 ÀS 11:57 FOTO LUIZ MACEDO/CÂMARA DOS DEPUTADOS

Alerta geral. Polícia informa que é preciso ficar atento para golpes na locação de casas no Litoral

A informação é do Metro Curitiba e dá conta que pelo menos 15 pessoas foram vítimas de golpes imobiliários no Litoral do Paraná desde o dia 21 de dezembro do ano passado. Segundo a polícia, a maioria das vítimas encontrou casas para alugar pela internet, fez depósitos bancários e, ao chegar ao imóvel, descobriu que ele pertencia a outro proprietário. O golpe, normalmente, só é descoberto quando o locador chega à casa. “Em geral a pessoa viu fotos da fachada real do imóvel, em alguns casos até fotos do interior – essas eram falsas – e depositou um adiantamento ou até o valor à vista”, afirma o delegado Miguel Stadler, […]

A novela do deixa ou não deixa. Vai Beto. Fica Beto. Vai Beto. Fica Beto. Vai Beto. Fica Beto. Vai…

A novela do deixa ou não deixa. Vai Beto. Fica Beto. Vai Beto. Fica Beto. Vai Beto. Fica Beto. Vai…

O gazeteiro mais sintonizado com as coisinhas palacianas e sempre detectando o certo e o duvidoso, Zé Beto escreveu nesta terça-feira em seu blog: Couro de Minhoca Com essa novela “couro de minhoca” do “fica ou vai” de Beto Richa, a famosa desistência de Alvaro Dias em deixar o governo do Paraná poucas horas antes do prazo fatal ganha cada vez mais espaço no ti-ti-ti do Centro Cívico. Para quem não sabe, naquela ocasião o vice era Ary Queiroz e este já tinha escolhido o secretariado, porque este era o combinado. O então deputado estadual Paulo Furiatti foi o encarregado de avisar Anibal Khouri, presidente da Assembleia Legislativa, da decisão […]

O grande julgamento. “Para prender o Lula, vai ter que matar gente”, diz Gleisi Hoffmann, presidente do PT

O grande julgamento. “Para prender o Lula, vai ter que matar gente”, diz Gleisi Hoffmann, presidente do PT

O gazeteiro Rodrigo Zuquim, leia-se PODER360, informa que a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), desconsidera a hipótese de o ex-presidente Lula ter a prisão decretada. “Para prender o Lula, vai ter que prender muita gente, mas, mais do que isso, vai ter que matar gente. Aí, vai ter que matar”, afirmou Gleisi, na 2ª feira (15.jan.2018), ao Poder360. A senadora faz referência ao julgamento do recurso da defesa do ex-presidente no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, na quarta-feira (24/01). Para a petista, se a sentença do juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, for confirmada pelo TRF-4, significará que “eles [os juízes] desceram para o ‘play’da política […] No ‘play’ da política nós vamos jogar (…) E vamos […]

Delegado da PF de Foz do Iguaçu fala da prisão do vereador Dr. Brito (PATRIOTA), ocorrida nesta terça-feira (16/01)

Delegado da PF de Foz do Iguaçu fala da prisão do vereador Dr. Brito (PATRIOTA), ocorrida nesta terça-feira (16/01)

  Ouça o delegado da PF de Foz do Iguaçu. A Polícia Federal prendeu o vereador Dr. Brito, investigado na Operação Renitência. O gazeteiro Jorge Guirado, leia-se PORTAL CATVE, informa que a Polícia Federal de Foz do Iguaçu prendeu, na manhã desta terça-feira (16), o vereador Luiz Brito (PEN), conhecido como Dr. Brito. O parlamentar é investigado na Operação Renitência, deflagrada nesta manhã pela PF. Além de Brito, o assessor dele, José Reis Cazuza, também foi detido durante a operação, que faz parte da Operação Pecúlio. A prisão da dupla foi confirmada pelo advogado. A Operação Renitência, que é a oitava fase da Operação Pecúlio, foi deflagrada nesta terça com […]

Dar carne crua para cães e gatos gera riscos para o bicho e para o dono

O gazeteiro Phillippe Watanabe informa que o costume de dar carne crua para cães e gatos pode representar um perigo tanto para os bichinhos quanto para as pessoas que vivem com eles. Pesquisadores encontraram contaminação pela bactéria Escherichia coli em 80% da comida analisada destinada aos animais. A matéria foi publicada na Folha de São Paulo, edição desta terça-feira ( 16/01) A conclusão é de um estudo publicado na última semana na revista especializada “Veterinary Record”, publicação oficial da Associação Britânica de Veterinária e parte do grupo de periódicos “BMJ”. Trinta e cinco amostras, de oito marcas diferentes, de comida crua industrializada destinada a animais foram analisadas. O foco da pesquisa foi […]

Polícia Federal de Foz do Iguaçu prendeu nesta terça-feira o vereador Luiz Brito (PEN). O parlamentar é investigado na Operação Renitência

Polícia Federal de Foz do Iguaçu prendeu nesta terça-feira o vereador Luiz Brito (PEN). O parlamentar é investigado na Operação Renitência

As informações são do PORTAL DA CATVE. Além de Brito, o assessor dele, José Reis Cazuza, também foi detido durante a operação, que faz parte da Operação Pecúlio. A prisão da dupla foi confirmada pelo advogado. A Operação Renitência, que é a oitava fase da Operação Pecúlio, foi deflagrada nesta terça com objetivo é desarticular uma organização criminosa dedicada ao desvio de recursos públicos no município. Ao todo, foram cumprido seis mandados de prisão – três de prisão preventiva e três de prisão temporária – e 12 mandados de busca e apreensão. Além do vereador e do assessor, um servidor da Secretaria de Saúde de Foz é alvo da operação. […]

Osmar Serraglio, citado na Operação Carne Fraca, está saindo do MDB. Ele vai engrossar as fileiras do PP de Ricardo Barros

Osmar Serraglio, citado na Operação Carne Fraca, está saindo do MDB. Ele vai engrossar as fileiras do PP de Ricardo Barros

O gazeteiro Guilherme Voitch da revista VEJA informa que deputado federal Osmar Serraglio, ex-ministro da Justiça no governo do presidente Michel Temer, vai deixar o MDB. Pesou na escolha o pouco poder de decisão no MDB estadual, liderado com mão de ferro pelo senador Roberto Requião, e a passagem conturbada pelo Ministério da Justiça. O destino do parlamentar é o PP, a convite do ministro da Saúde, Ricardo Barros. Serraglio ganhou notoriedade como relator da CPI dos Correios, em 2006. Em seu relatório, o deputado defendeu a existência do mensalão, com pagamentos irregulares para a compra de parlamentares e partidos da base aliada do então presidente Lula. O PP era um dos principais beneficiados.

Repercute o indiciamento Haddad por caixa 2 na campanha eleitoral de 2012

A PF indiciou o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e outras 5 pessoas por caixa 2 na campanha de 2012. O relatório da PF chegou hoje (14.jan.2018) à Justiça Eleitoral, que decide se prossegue com a denúncia. A investigação é proveniente de delação de Ricardo Pessoa, da construtora UTC, que disse ter pago R$ 2,6 milhões a serviços de gráfica, a pedido de Vaccari, para quitar dívida de campanha de Haddad.