Michel Temer é xingado durante caminhada, sorri e ignora protesto. Veja o vídeo. Rodrigo Maia, Eliseu Padilha e Alexandre Baldy estavam com o presidente

Michel Temer é xingado durante caminhada, sorri e ignora protesto. Veja o vídeo. Rodrigo Maia, Eliseu Padilha e Alexandre Baldy estavam com o presidente

As informações são do site Congresso em Foco. O presidente Michel Temer foi hostilizado enquanto caminhava ao lado do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e dos ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Alexandre Baldy (Cidades) no início da noite desse domingo (21/01). De tênis, bermuda e camiseta, na companhia de uma filha de Maia, o grupo percorria o trajeto entre os palácios do Jaburu e Alvorada quando foi surpreendido pelo protesto. Aos gritos, um manifestante chamou o presidente de “golpista” e “ladrão”, “bandido”. “Fora, Temer”, emendou. O presidente e seus aliados sorriram e mantiveram o passo, ignorando o protesto. Eles contaram, após o exercício físico, que aproveitaram o momento […]

Michel Temer correndo atrás do prejuízo. Ele determinou uma série de pesquisas para avaliar a sua popularidade

Michel Temer correndo atrás do prejuízo. Ele determinou uma série de pesquisas para avaliar a sua popularidade

O gazeteiro Lauro Jardim do jornal O Globo, informa que o Palácio do Planalto encomendou para o final do mês uma série de pesquisas de consumo interno para avaliar a popularidade de Michel Temer, de seu governo e de suas ideias. O Ibope fará a pesquisa quantitativa por telefone e presencialmente, e o Instituto Análise cuidará das qualitativas. Como não poderia deixar de ser, será avaliada também a aceitação da reforma da Previdência no eleitorado.

Operação engambelar: Michel Temer vai lançar cartilhas sobre a Reforma da Previdência

Operação engambelar: Michel Temer vai lançar cartilhas sobre a Reforma da Previdência

A gazeteira Daniela Lima, editora do Painel da Folha, informa que o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, propôs ao colega Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) que o governo elabore um material didático sobre a reforma da Previdência para ser distribuído em toda a cadeia de varejo do país. A proposta foi aceita. A ideia é que o material fique disponível em grandes redes de farmácias e supermercados, por exemplo, e explique à população de forma clara a necessidade das mudanças nas regras de aposentadoria. Baldy procurará entidades do setor para pedir apoio na divulgação. A ilustração também é do Painel da Folha

Sinal fechado para igrejas, clubes e entidades assistenciais. Receita Federal está cobrando R$ 14,4 bilhões. Os fiéis serão chamados…

Sinal fechado para igrejas, clubes e entidades assistenciais. Receita Federal está cobrando R$ 14,4 bilhões. Os fiéis serão chamados…

Os gazeteiros Julio Wiziack e Maeli Prado, em matéria publicada na Folha de São Paulo, informam que a Receita Federal apertou a fiscalização contra igrejas, clubes esportivos e organizações assistenciais. Hoje, a União cobra R$ 14,4 bilhões em dívidas dessas entidades por terem burlado as regras que lhes garantem imunidade do pagamento de tributos. O fisco já pediu que órgãos competentes investiguem as irregularidades para avaliar quais entidades devem perder o direito à isenção por não terem atuado plenamente como empresas sem fins lucrativos. Esse processo está em curso, segundo o secretário da Receita, Jorge Rachid. “Só nos últimos cinco anos, autuamos 283 entidades assistenciais e temos um crédito tributário de […]

A grande mordomia em ritmo de auxílio-moradia. Na proposta de orçamento que o Planalto enviou ao Congresso para 2018, há exemplos poderosos dessa festa

A grande mordomia em ritmo de auxílio-moradia. Na proposta de orçamento que o Planalto enviou ao Congresso para 2018, há exemplos poderosos dessa festa

O auxílio-moradia pode ser razoável em diversos casos, mas na maioria das vezes aninha-se na conhecida farra brasileira com o dinheiro público. Na proposta de orçamento que o Planalto enviou ao Congresso para 2018 há exemplos poderosos dessa festa, informa o gazeteiro Lauro Jardim de “O Globo“. O jornalista aponta alguns exemplos: *O Gabinete da Vice-Presidência vai levar R$ 17.818 durante o ano. Até que não seria muito — se vice-presidente o Brasil tivesse… *A Justiça do Trabalho gastará mais com auxílio-moradia que o Itamaraty, que banca a representação diplomática brasileira mundo afora. Aos números: R$ 197,7 milhões contra R$ 188,534 do Ministério das Relações Exteriores.

Ferro permanente na grande maioria. Descontos tiram R$ 60 bilhões da Previdência

Ferro permanente na grande maioria. Descontos tiram R$ 60 bilhões da Previdência

Segundo matéria da Gazetona, assinada pelo jornalista Fernando Jasper, descontos concedidos a empresários e instituições filantrópicas vão custar R$ 60,3 bilhões à Previdência Social neste ano. Esse é o valor que, segundo estimativa da Receita Federal, deixará de entrar nos cofres do INSS em razão de seis programas de renúncia fiscal. O montante é 3,4% maior que o de 2017, quando o governo abriu mão de R$ 58,4 bilhões em contribuições previdenciárias. Os dados constam do Demonstrativo de Gastos Tributários, que é elaborado pela Receita e anexado ao Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2018. As desonerações não são a principal causa do déficit da Previdência. Mas, sem elas, […]

Vai um Melhoral, Aspirina ou Lacto Purga? Michel Temer nomeou farmacêutico e outros profissionais sem nada a ver para cuidar do subsolo

Vai um Melhoral, Aspirina ou Lacto Purga? Michel Temer nomeou farmacêutico e outros profissionais sem nada a ver para cuidar do subsolo

É um descaso e uma falta de respeito com as coisas que devem ser levadas a sério. Segundo a coluna do jornalista Claudio Humberto, publicada em diversos órgãos de imprensa do país, a indicação política está apequenando órgãos técnicos como o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), responsável pela gestão das riquezas do subsolo do Brasil. As indicações políticas contemplam até um farmacêutico para cuidar do subsolo. A esperança do setor é a recém-criada Agência Nacional de Mineração (ANM), com a garantia de absorção dos concursados altamente qualificados do DNPM. Tem Melhoral?  Político ligado ao PMDB e dono de farmácia no interior, Sidnei Eckert, foi nomeado superintendente do DNPM no […]

Moçada amiga do Geddelzinho acredita que denúncia visa forçar uma delação premiada. Socorro…

Moçada amiga do Geddelzinho acredita que denúncia visa forçar uma delação premiada. Socorro…

Pelo sim, pelo não, a verdade é uma só. Se a mãe, o irmão e o próprio Geddel Vieira Lima fizerem delação, a coisa pode ficar nebulosa. O Painel informa: “O Planalto viu no texto da denúncia contra Lúcio e Geddel Vieira Lima iscas para atrair os dois a uma delação. Apostam, porém, que será difícil justificar o acordo. A foto dos R$ 51 milhões seria, nas palavras de um ministro, a imagem mais forte já produzida por investigadores desde o início da Lava Jato”.   PUBLICADA: 06:01 – ÀS 06/12/17

O amiguinho número um de Temer, Rocha Loures deve sujar a cueca. Ele vai encarar Sérgio Moro

O amiguinho número um de Temer, Rocha Loures deve sujar a cueca. Ele vai encarar Sérgio Moro

A informação é do jornalista Celso Nascimento e foi postada em seu blog CONTRAPONTO, neste sábado (25/11). Com o pedido de desmembramento da PGR – Procuradoria-Geral da República (PGR) da denúncia do chamado “quadrilhão” do PMDB da Câmara, determinado pelo ministro Edson Fachin no início do mês, os casos envolvendo os ex-deputados federais Eduardo Cunha (RJ), Rodrigo Rocha Loures (PR) e Henrique Alves, além do ex-ministro Geddel Vieira Lima (BA) devem permanecer na primeira instância — ao contrário do que pedem Geddel e Cunha em um recurso contra a decisão de Fachin. Os peemedebistas que perderam o foro privilegiado questionam o envio do caso ao juiz Sérgio Moro afirmando que […]

Favores de Michel Temer à Shell mostram que é dever travar MP entreguista

Favores de Michel Temer à Shell mostram que é dever travar MP entreguista

Além de indignar os 200 milhões de brasileiros, a descoberta do pacote de favores prestados pelo governo Temer à Shell e outras empresas britânicas para facilitar ainda mais o domínio externo sobre as reservas do pré-sal ajuda a iluminar aspectos necessários a defesa dos interesses do país. O benefício é jogar luzes sobre num debate que ocorre na surdina, no Congresso, que irá ter consequências — um pouco mais, um pouco menos nefastas — para o destino do país. Neste momento, Temer tenta aprovar uma Medida Provisória, de número 795, que pretende escancarar o mercado brasileiro de máquinas e equipamentos para a indústria do petróleo. Num ponto que divide os […]