Olympio de Sá Sotto Maior Neto, procurador do Ministério Público, e seu “Fora Temer”. Ele encaminhou defesa ao Conselho Nacional de Justiça

Olympio de Sá Sotto Maior Neto, procurador do Ministério Público, e seu “Fora Temer”. Ele encaminhou defesa ao Conselho Nacional de Justiça

O procurador foi cobrado e levado ao Conselho Nacional de Justiça por ter dito “Fora Temer” em um evento público. Ele encaminhou ao CNJ sua defesa e dá as explicações, dizendo que a cerimônia fazia parte da Conferência Estadual da Igualdade Racial e que tinha acabado de ouvir relatos sobre a falta de políticas públicas do governo para a área, conforme informa o jornalista Rogério Galindo da Gazetona. Segundo Sotto Maior, o “Fora Temer” não era exatamente para pedir a saída de um presidente. “Essa expressão consistiu então em dizer ‘fora este estado de coisas’ ou fora essa política governamental que significa retrocesso no avanço civilizatório já alcançado pela democracia […]

Empresário terá que demolir quadra de futebol e estacionamento localizados em área de preservação ambiental permanente em Curitiba

Empresário terá que demolir quadra de futebol e estacionamento localizados em área de preservação ambiental permanente em Curitiba

O dono de uma quadra esportiva localizada no bairro Jardim das Américas, em Curitiba, terá de demolir parte do espaço e de um estacionamento que estão em Área de Preservação Permanente (APP). O proprietário terá também que promover a recuperação da área degradada. A decisão é da 4ª Vara Cível de Curitiba e atende pedido formulado pelo Ministério Público do Paraná em ação civil pública ambiental da Promotoria de Justiça de Proteção ao Meio Ambiente da capital. Na ação, o MPPR destaca que, no terreno, situado na Rua Doutor Alfredo Vieira Barcelos, há uma cancha de futebol, estacionamento e lanchonete. No processo, que corre na Justiça desde 2007, a Promotoria […]

Mais três pessoas são presas em decorrência da Operação Sinecuras, que investiga políticos de Araucária

Mais três pessoas são presas em decorrência da Operação Sinecuras, que investiga políticos de Araucária

Três pessoas foram presas nesta sexta-feira (13/04), em Araucária, em decorrência da primeira fase da Operação Sinecuras, que investiga crimes de organização criminosa, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, peculato, crimes contra licitações, falsidade ideológica e estelionato. A operação é realizada conjuntamente pela Promotoria de Justiça de Araucária e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Dois assessores de uma vereadora foram presos preventivamente, sob suspeita de obstrução da Justiça. Eles estariam constrangendo testemunhas de investigação que apura o desvio de vencimentos de funcionários comissionados que seriam obrigados a devolver a vereadores uma parte do dinheiro que recebiam na Câmara Municipal. Embora sejam assessores de […]

Continua dando o que falar a aprovação da Assembleia Legislativa do Paraná que concedeu gratificações a juízes e promotores

Continua dando o que falar a aprovação da Assembleia Legislativa do Paraná que concedeu gratificações a juízes e promotores

A aprovação pela Assembleia Legislativa do Paraná, concedendo gratificação por acúmulo de funções a juízes e promotores do Paraná, deixou os paranaenses indignados. Em tempos de carestia, o mínimo que os parlamentares deveriam fazer seria aguardar a recuperação financeira do país, para depois, em momento oportuno, estudar os pedidos do judiciário. Entre os poucos parlamentares que votaram contra as propostas, Requião Filho (MDB) votou contra os dois projetos e criticou a iniciativa: “Não é hora de conceder esses benefícios, mas sim dos poderes darem exemplo”. VEJA 03/04/18 – 11:21

Assim são os nossos deputados. Para os professores nada de aumento, mas para o judiciário tudo pode. Aí todo mundo aplaude…

Assim são os nossos deputados. Para os professores nada de aumento, mas para o judiciário tudo pode. Aí todo mundo aplaude…

A Assembleia Legislativa aprovou o aumento de gratificações pagas pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJ) e pelo Ministério Público Estadual (MP). Os magistrados, promotores e procuradores terão direito a até um terço a mais do salário por acúmulo de trabalho em diversas situações. O custo total aos cofres públicos será de quase R$ 8,9 milhões por ano. Para acelerar a aprovação definitiva dos textos, os deputados realizaram duas sessões em sequência na tarde desta segunda-feira (02/04) ─ uma ordinária e outra extraordinária. Assim, os dois projetos já podem ser enviados ao governo do estado para a sanção de Beto Richa (PSDB) ou de Cida Borghetti (PP), a partir da […]

Carambeí: Justiça bloqueia bens de ex-prefeito, servidores e empresária. O pedido foi feito pelo Ministério Público do Paraná

Carambeí: Justiça bloqueia bens de ex-prefeito, servidores e empresária. O pedido foi feito pelo Ministério Público do Paraná

O ex-prefeito de Carambeí nas gestões 1997-2000 e 2001-2004, três membros da comissão de licitação do Município em 1997 (um deles já falecido e representado por seu espólio) e uma empresária local tiveram bens bloqueados pela Justiça. A decisão decorre de pedido formulado pela 3ª Promotoria de Justiça de Castro (sede da comarca), em ação civil pública por ato improbidade administrativa, envolvendo fraudes a licitações. De acordo com o Ministério Público, houve fraude em quatro processos licitatórios com o intuito de favorecer determinada empresa, cuja proprietária é ré na ação. Além de diversas irregularidades constatadas nos procedimentos, as investigações indicaram superfaturamento de preços e pagamentos indevidos à empresa vencedora. Os […]

A moçada não apreende. Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público prendeu quatro empresários e um servidor público de Cambará

A moçada não apreende. Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público prendeu quatro empresários e um servidor público de Cambará

Com tudo vem ocorrendo no país, operações disso e daquilo, roubos e maracutaias. Mesmo a grande mídia noticiando “maldades” com o dinheiro público, todo dia tem informações de “homens” envolvidos em roubalheiras. Em Cambará, seis pessoas foram presas em uma operação de combate a fraudes em licitações municipais deflagrada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR). Entre os presos, estão quatro empresários e um servidor público suspeitos de fraudar licitações municipais. A operação também prendeu uma pessoa por porte ilegal de arma de fogo, durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão. A operação foi coordenada pelo Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade […]

As coisinhas do RH da Cohapar. Pela segunda vez, a Companhia de Habitação do Estado recorre à Assembleia Legislativa

As coisinhas do RH da Cohapar. Pela segunda vez, a Companhia de Habitação do Estado recorre à Assembleia Legislativa

O gazeteiro Alexsandro Ribeiro informa que, dois anos após conseguir aprovar na Assembleia Legislativa o projeto de lei que “regulamentou” 45 cargos em comissão, a Cohapar volta a recorrer aos deputados para salvar seus assessores estratégicos. Pressionada novamente pelo Ministério Público, desta vez a estatal tem que aprovar as especificações dos cargos. Sem a aprovação do projeto, a empresa corre o risco de ser “enquadrada” pelo Ministério Público do Paraná. VEJA MAIS 26/03/18 – 00:03 –

Saiu a lista tríplice do Ministério Público do Paraná. Ivonei Sfoggia, atual procurador, recebeu 625 votos, seguido por Leonir Batisti e Marcos Bittencourt Fowler

Saiu a lista tríplice do Ministério Público do Paraná. Ivonei Sfoggia, atual procurador, recebeu 625 votos, seguido por Leonir Batisti e Marcos Bittencourt Fowler

Os membros do Ministério Público do Paraná definiram os nomes que compõem a lista tríplice para o cargo de procurador-geral de Justiça: Ivonei Sfoggia recebeu o maior número de votos (625); seguido por Leonir Batisti (427) e Marcos Bittencourt Fowler (419). Participaram da eleição, realizada nesta quarta-feira, 14 de março, 740 membros da instituição (dos 751 integrantes) e cada um pôde votar em até três candidatos. Houve dois votos em branco e três nulos. A lista tríplice agora será encaminhada ao governador do Estado, autoridade que tem a atribuição para, dentre os escolhidos pela classe, indicar quem será o novo procurador-geral de Justiça, conforme determina as Constituições Federal e Estadual. O […]

Toledo: Ministério Público propõe ação contra prefeito Lucio de Marchi (PP) por uso da máquina pública para promoção pessoal

Toledo: Ministério Público propõe ação contra prefeito Lucio de Marchi (PP) por uso da máquina pública para promoção pessoal

O prefeito deve responder judicialmente por ato de improbidade administrativa. Segundo a 4ª Promotoria de Justiça da comarca, ele teria feito propaganda pessoal, transformando atos burocráticos de rotina em “cerimônias” com grande divulgação. A ação civil pública foi proposta nesta terça-feira, (13/03). São citadas na ação quatro situações em que atos administrativos ordinários, como assinaturas de ordens de serviços ou de abertura de licitações, foram alçados a solenidades de inauguração, com grande publicidade nos veículos de comunicação do Município e destaque à figura do gestor e do seu grupo político-partidário. No entendimento do MPPR, tal conduta fere princípios constitucionais da administração pública, notadamente da legalidade, moralidade administrativa e impessoalidade, além […]