Mordomia e exagero. Auxílio-moradia é um presentão sem escrúpulos que choca o povo brasileiro. Justiça do Trabalho é a campeã na gastança

Mordomia e exagero. Auxílio-moradia é um presentão sem escrúpulos que choca o povo brasileiro. Justiça do Trabalho é a campeã na gastança

As gazeteiras Julia Chaib, Thais Arbex e Daniela Lima, que fazem o Painel da Folha, informam que com quase R$ 200 milhões, a  Justiça do Trabalho lidera previsão de gasto com auxílio-moradia neste ano de 2018 Enquanto não é alvo de uma decisão definitiva no STF, o auxílio-moradia pago a juízes continua custando caro à União. Segundo o orçamento de 2018, calculado com base em previsão feita pelos próprios órgãos, só a Justiça do Trabalho –braço do Judiciário que é o campeão da despesa– deve gastar mais com a ajuda de custo do que todo o corpo diplomático do Brasil no mundo: R$ 197,7 milhões. O valor destinado ao Ministério […]

Gastos da União com auxílio-moradia disparam e bancariam 18 milhões de benefícios do Bolsa Família. Decisão de Fux de estender o benefício para todos os integrantes do Judiciário fez multiplicar os gastos

Daria para bancar 18 milhões de benefícios do Bolsa Família em seu mais alto valor, que é de R$ 195, por um mês. Ou para arcar com o pagamento do programa ao longo de sete anos para 213 mil famílias. Resolveria o problema habitacional de mais de uma centena de pessoas de baixa renda com a construção de 70 mil casas populares ao custo de R$ 50 mil cada. Mas os R$ 3,5 bilhões liberados pela União de 2010 a 2017 serviram mesmo para pagar o auxílio-moradia a autoridades e funcionários do Executivo, do Judiciário, do Legislativo, do Ministério Público e da Defensoria Pública, apenas no âmbito federal. Não entram […]

É para ficar indignado. Em um mês, TJ-PR pagou R$ 5,4 milhões em “auxílios” a magistrados. Um juiz recebeu R$ 24 mil em ajuda de custo

É para ficar indignado. Em um mês, TJ-PR pagou R$ 5,4 milhões em “auxílios” a magistrados. Um juiz recebeu R$ 24 mil em ajuda de custo

A notícia está no blog do jornalista Guilherme Voitch, publicado pela Veja. Segundo ele, o TJ do Paraná gastou R$ 5,4 milhões com o pagamento de indenizações em sua folha de pagamento de novembro, segundo a planilha enviada ao Conselho Nacional de Justiça.  As indenizações compreendem o pagamento de auxílio-alimentação, auxílio-saúde e auxílio-moradia, entre outros. Na média, cada magistrado recebeu R$ 4,2 mil no mês, mas os números variam. O valor mais alto foi pago a um juiz que recebeu R$ 30 mil em indenizações, sendo R$ 24 mil só de ajuda de custo. A listagem fornecida pelo TJ inclui desembargadores e juízes, da ativa e inativos, além de beneficiários, como viúvas de magistrados, por […]

Do Livre.Jor: Ressarcimento a deputados custou R$ 1,6 milhão à assembleia em setembro

Do Livre.Jor: Ressarcimento a deputados custou R$ 1,6 milhão à assembleia em setembro

A assembleia legislativa gastou R$ 1,6 milhão em verbas de ressarcimento aos deputados em setembro deste ano. Os dados, que atualizam o observatório Na Conta do Deputado, criado pelo Livre.jor para acompanhamento dos gastos, é da Assembleia Legislativa, com atualização em 23 de novembro. Em nove meses, o gasto do recurso foi de R$ 13,4 milhões. Segundo regimento interno, por mês, cada deputado tem direito a receber R$ 31,4 mil em ressarcimento pela Alep por serviços e produtos pagos durante o exercício da atividade parlamentar. Com isso, após comprovar o gasto, o parlamentar recebe a verba, que pode ser cumulativa ao longo do ano corrente. VEJA MAIS

Mordomia: Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, gastou R$ 1 milhão com jatinhos em viagens para o Rio de Janeiro

Mordomia: Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, gastou R$ 1 milhão com jatinhos em viagens para o Rio de Janeiro

A informação que certamente vai dar o que falar e deixar o povo brasileiro cada vez mais sem vontade de votar em ninguém nas próximas eleições, é do jornalista Lucio Vaz. Segundo o colunista da Gazetona, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), gastou cerca de R$ 1 milhão com a utilização de jatinhos da Força Aérea Brasileira (FAB) para se deslocar até a sua residência, no Rio de Janeiro, nos últimos 12 meses. Incluindo viagens a serviço para diversos estados e para o exterior, a despesa fica em R$ 1,7 milhão. A soma dos gastos dos presidentes da Câmara, Senado e Supremo Tribunal Federal (STF) com jatinhos […]

No Rio “Auxílio-Peru”; no Paraná “Auxílio-Marmita”; em São Paulo e Maranhão o “Bolsa-Livro”. É justo?

No Rio “Auxílio-Peru”; no Paraná “Auxílio-Marmita”; em São Paulo e Maranhão o “Bolsa-Livro”. É justo?

Sabe aquele ditado, “a justiça tarda, mas não falha”? Pois, para a moçada da justiça, leia-se juízes e companhia, ela nunca tarda. Conforme noticiado dias atrás, no estado do Rio de Janeiro, onde os funcionários estaduais estão com salários atrasados, os serventuários do TJ carioca já embolsaram o “Auxílio-Peru”, uma verdadeira vergonha geral, total e irrestrita. Aqui no Paraná, o TJ abriu licitação de quase R$ 1 milhão para a aquisição de comidinhas e lanches. E, há pouco, soubemos que em São Paulo e no Maranhão os juízes são agraciados com o “Bolsa-Livro”. É uma velocidade louca, beneficiando uma elite que percebe polpudos salários. Segundo a colunista do Estadão, Andrea […]

Chocado com a notícia do “auxílio-peru” do TJ do Rio? Quantas modalidades idênticas existem em nosso “Brasilzão”?

Chocado com a notícia do “auxílio-peru” do TJ do Rio? Quantas modalidades idênticas existem em nosso “Brasilzão”?

A mordomia do judiciário. Nesta quarta-feira (15/11), foi o assunto em todos os cantos do país. No Rio de Janeiro, enquanto 221.604 servidores e aposentados aguardam o pagamento do salário de setembro, o Tribunal de Justiça do Estado depositou R$ 2 mil a juízes e servidores a título de abono de Natal. O benefício, conhecido como “auxílio-peru”, foi criado em 2007 e é pago a todos os servidores e inativos do Judiciário, que já são beneficiados em relação a outras categorias no cronograma de pagamentos de salários do estado. Mas será que, é só no estado do Rio de Janeiro existe tal mordomia? Está na hora de abrir de verdade […]