Vivemos sem Segurança no Paraná. Explosões em bancos caem e assaltos crescem. Com menos caixas eletrônicos em funcionamento, quadrilhas se concentram em roubos com uso de armamento pesado
Os gazeteiros Celso Felizardo e Vítor Ogawa, leia-se Folha de Londrina, produziram matéria dando conta da falta de segurança que vive o estado do Paraná.

Segundo os jornalistas, as agências bancárias paranaenses registraram 158 ataques no ano passado. O número é 22,16% menor do que as 203 ocorrências anotadas em 2016. A redução mais significativa foi a de explosões de caixas eletrônicos, que caiu de 109 para 59 no mesmo período. Os arrombamentos também diminuíram; de 62 para 59. Porém, de acordo com o Sindicato dos Vigilantes de Curitiba e Região, isso é reflexo da diminuição dos caixas eletrônicos. Com menos opções, os criminosos têm se concentrado nos assaltos a bancos. Em 2017, foram 48 casos, 16 a mais que o ano passado, crescimento de 50%.

VEJA MAIS