Beto Richa deixou o Dep. Schiavinato no “mato sem cachorro”. Apoquentou geral com lideranças e comunidade de Toledo

A verdade é nua e crua. A comunidade de Toledo, forte economicamente, há tempos busca viabilizar linhas aéreas para servir a cidade e negócios. Liderados pelo dep. José Carlos Schiavinato (PP), depois de muita luta, conseguiram parceria com empresa Azul Linhas Aéreas, que atenderia a cidade.
Tudo certo? Não, nada certo.
Faltava aquele empurãonzinho do governo do Paraná, que teria afirmado o compromisso com o povo de Toledo.
Tudo preparado para a festa de assinatura da papelada.
Agenda montada, palco arrumado, banda de música, tudo certinho, mas Beto Richa, na última hora, disse não.

Segundo o Portal da CATVE, o Governo do Paraná não liberou o incentivo que viabilizaria o início da operação comercial da Azul Linhas Aéreas em Toledo.

A visita do Governador Beto Richa, agendada para esta quinta-feira (18/01), foi cancelada em cima da hora.
“O protocolo que seria assinado não ficou pronto e fez com que o governador cancelasse a vinda, mas na semana que vem ele deve vir com as notícias boas”, diz o chefe de gabinete.

No entendimento da Secretaria de Estado da Fazenda, a empresa aérea não estaria criando uma nova linha em Toledo, e sim transferindo uma linha já existente em Cascavel para o município vizinho. A ação configuraria uma manobra para a redução do ICMS, previsto sempre que se inicia uma nova operação comercial em uma nova cidade.

“O que temos que provar que isso é incremento e a redução do ICMS não seria tanto assim. Que isso é uma linha nova”.

Enquanto isso, a Prefeitura de Toledo mantém o compromisso com a empresa aérea e segue com as obras de adequação do aeroporto.

A expectativa é que a decisão do Governo do Estado seja revertida até a próxima semana, com o reagendamento da visita do governador à Toledo e que os voos comerciais iniciem ainda no primeiro semestre deste ano.

NOTA/OGAZETEIRO

Segundo uma liderança de Toledo, o dep. Schiavinato, “não sabe onde enfiar a cara de tanta vergonha. Anunciou, disse que estava tudo certo, e agora essa trairagem do governo paranaense”.