O auxílio-moradia, grande vergonha nacional, continua em pauta. Presidente do STJ promete discutir e votar o tema em março

O auxílio-moradia, grande vergonha nacional, continua em pauta. Presidente do STJ promete discutir e votar o tema em março

A gazeteira Daniela Lima, editora do Painel da Folha, informa que a Presidente do STF, Cármen Lúcia, avisou a dirigentes de associações de magistrados que vai colocar em votação, no início de março, a ação que pode acabar com o auxílio-moradia. O sinal agravou a troca de acusações nos bastidores das mais diversas instâncias do Judiciário. Juízes federais acusam os estaduais de criticarem o benefício, mas embolsarem outros penduricalhos. O Supremo tentará achar um caminho que moralize todos os pagamentos –inclusive os de outros Poderes. O Painel afirma ainda que integrantes de diversas associações ameaçam declarar guerra ao STF numa tentativa de fazer Cármen Lúcia recuar. O auxílio-moradia é pago […]

O cientista político Sérgio Fausto, superintendente-executivo da Fundação Fernando Henrique Cardoso: “Não coloco Lula e Bolsonaro no mesmo patamar”

O cientista político Sérgio Fausto, superintendente-executivo da Fundação Fernando Henrique Cardoso: “Não coloco Lula e Bolsonaro no mesmo patamar”

A gazeteira Mariana Schreiber, da BBC Brasil, entrevistou o cientista político Sérgio Fausto, superintendente-executivo da Fundação Fernando Henrique Cardoso. Ele disse que não coloca o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o deputado federal Jair Bolsonaro no mesmo patamar. Algumas lideranças do PSDB têm situado Lula e Bolsonaro no mesmo nível de radicalismo. Empurrar os adversários para os polos poderia ser uma estratégia eleitoral eficiente para colocar o candidato tucano como opção de centro na disputa presidencial de 2018 – o provável candidato do partido é o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. VEJA MAIS ________ AOS 17/01/18 ÀS 19:14 Fotos: AFP/Reuters

E a grana para financiar as eleições? As novas regras podem fazer desandar, ainda mais, o uso do Caixa 2

E a grana para financiar as eleições? As novas regras podem fazer desandar, ainda mais, o uso do Caixa 2

A gazeteira Francielly Azevedo, em reportagem especial feita para a Folha de Londrina, informa que, segundo o professor de filosofia política da UEL, Clodomiro Bannwart, as novas regras podem institucionalizar de vez o chamado “Caixa 2”. “Muito provavelmente agora nós veremos o Caixa 2 funcionando a todo vapor, isso em razão da insuficiência de fiscalização por parte da Justiça Eleitoral. Porque a prestação de contas se limita à verificação de dados formais, ou seja, apenas a documentação apresentada pelos partidos e não necessariamente qualquer elemento que vá além da formalidade”, explica. VEJA MAIS

Lançado em Foz do Iguaçu o projeto CBF SOCIAL com parceria da Itaipu. A iniciativa é do ex-árbitro e dep. federal Evandro Roman

Lançado em Foz do Iguaçu o projeto CBF SOCIAL com parceria da Itaipu. A iniciativa é do ex-árbitro e dep. federal Evandro Roman

O gazeteiro Nélio Sander, da Rádio Cultura de Foz do Iguaçu, informa que o projeto visa a transformação social através de modalidades esportivas como o futebol, futsal, futebol sete e o beach soccer. O projeto CBF Social teve sua primeira etapa lançada no ano passado, em Ribeirão Pires-SP. Uma segunda iniciativa está prevista para ser implantada em Baruerí-SP. Mas pela intervenção do deputado federal Evandro Roman (PSD) se abriu a possibilidade de uma nova empreitada, e pela primeira vez envolvendo desta feita a região oeste do Paraná. “Nossa gestão, neste sentido, começou há cerca de um ano. Em contato com os dirigentes da CBF, propusemos uma atuação em parceria aqui […]

Ferrou geral. Procuradoria quer que Eduardo Cunha fique só 386 anos preso. Já para Henrique Alves o pedido é de 78 anos de cadeião

Ferrou geral. Procuradoria quer que Eduardo Cunha fique só 386 anos preso. Já para Henrique Alves o pedido é de 78 anos de cadeião

O gazeteiro Fabio Serapião, em matéria publicada no Estadão, informa que em alegações finais no âmbito da ação penal derivada da operação Sépsis, que investiga desvios no fundo de investimentos do FI-FGTS, o Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça que os ex-presidentes da Câmara Eduardo Cunha (MDB) e Henrique Eduardo Alves (MDB) sejam condenados, respectivamente, a penas de 386 anos e de 78 anos de prisão. De acordo com a acusação, Cunha cometeu os crimes de corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e prevaricação. Henrique Alves, por sua vez, responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. >>>>>>>>>>>>> AOS 16/01/18 ÀS 11:57 FOTO LUIZ MACEDO/CÂMARA DOS DEPUTADOS

O grande julgamento. “Para prender o Lula, vai ter que matar gente”, diz Gleisi Hoffmann, presidente do PT

O grande julgamento. “Para prender o Lula, vai ter que matar gente”, diz Gleisi Hoffmann, presidente do PT

O gazeteiro Rodrigo Zuquim, leia-se PODER360, informa que a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), desconsidera a hipótese de o ex-presidente Lula ter a prisão decretada. “Para prender o Lula, vai ter que prender muita gente, mas, mais do que isso, vai ter que matar gente. Aí, vai ter que matar”, afirmou Gleisi, na 2ª feira (15.jan.2018), ao Poder360. A senadora faz referência ao julgamento do recurso da defesa do ex-presidente no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, na quarta-feira (24/01). Para a petista, se a sentença do juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, for confirmada pelo TRF-4, significará que “eles [os juízes] desceram para o ‘play’da política […] No ‘play’ da política nós vamos jogar (…) E vamos […]

Osmar Serraglio, citado na Operação Carne Fraca, está saindo do MDB. Ele vai engrossar as fileiras do PP de Ricardo Barros

Osmar Serraglio, citado na Operação Carne Fraca, está saindo do MDB. Ele vai engrossar as fileiras do PP de Ricardo Barros

O gazeteiro Guilherme Voitch da revista VEJA informa que deputado federal Osmar Serraglio, ex-ministro da Justiça no governo do presidente Michel Temer, vai deixar o MDB. Pesou na escolha o pouco poder de decisão no MDB estadual, liderado com mão de ferro pelo senador Roberto Requião, e a passagem conturbada pelo Ministério da Justiça. O destino do parlamentar é o PP, a convite do ministro da Saúde, Ricardo Barros. Serraglio ganhou notoriedade como relator da CPI dos Correios, em 2006. Em seu relatório, o deputado defendeu a existência do mensalão, com pagamentos irregulares para a compra de parlamentares e partidos da base aliada do então presidente Lula. O PP era um dos principais beneficiados.

O grande julgamento. Emídio de Souza, tesoureiro do PT, teme eventual apreensão do passaporte de Lula

O grande julgamento. Emídio de Souza, tesoureiro do PT, teme eventual apreensão do passaporte de Lula

A gazeteira Catia Seabra informa que o tesoureiro nacional do PT e ex-prefeito de Osasco (SP) Emídio de Souza disse, em reunião com militantes, que há incertezas sobre o destino do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e, às vésperas do julgamento do dia 24, estimulou os petistas a demonstrar força para pressionar a Justiça. A matéria foi publicada no site da Folha de São Paulo. Ele disse que quanto mais força o movimento tiver, “mais comedida a Justiça vai ser”. “Não sei se ela vai se amedrontar”, afirmou. Na reunião, ocorrida a portas fechadas na última quinta (10), Emídio afirmou que todos ali estavam apreensivos com “o que vai acontecer […]

Secretário da Fazenda e o presidente da Celepar, foram multados pelo Tribunal de Contas do Paraná

Secretário da Fazenda e o presidente da Celepar, foram multados pelo Tribunal de Contas do Paraná

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) deu provimento à Tomada de Contas Extraordinária instaurada na Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar) para apurar o pagamento de juros e multas em razão de atrasos no recolhimento de tributos e contribuições previdenciárias e no pagamento de fornecedores, em todos os meses de 2015. Em razão da decisão, o secretário estadual da Fazenda, Mauro Ricardo Machado Costa; e o presidente da Celepar, Jacson Carvalho Leite, foram multados, individualmente, em 40 vezes o valor da Unidade Padrão Fiscal do Estado do Paraná (UPF-PR), ante a ofensa aos princípios da eficiência e da economicidade. A UPF-PR vale R$ […]

Esconder informações cria um problemão para ex-prefeitos de Paranacity e mais 5 municípios

Esconder informações cria um problemão para ex-prefeitos de Paranacity e mais 5 municípios

Por não darem a devida publicidade aos atos das respectivas administrações municipais, os cinco ex-prefeitos da gestão 2013-2016 dos municípios da comarca de Paranacity (além da sede Paranacity, Inajá, Cruzeiro do Sul, Paranapoema e Jardim Olinda) tiveram bens bloqueados pela Justiça. A decisão, em caráter liminar e expedida pela Vara Cível de Paranacity, no Noroeste do estado, atende ações civis públicas ajuizadas pelo Ministério Público do Paraná. Em Paranapoema e Cruzeiro do Sul, os prefeitos foram reeleitos e por esse motivo permanecem nos cargos. De acordo com a Promotoria de Justiça de Paranacity, as ações foram propostas após o descumprimento, por parte dos ex-gestores públicos, de termos de ajustamento de […]